Fórmulas de compasso

As fórmulas de compasso em notação musical, é a sucessão de pulsações regulares (tempos) que pode ser dividida em pequenas partes, cada uma contendo certo número de tempos ou pulsações.
É o que chamamos compasso.

O agrupamento de tempos em compassos permite uma contagem muito mais fácil do que medir o número de tempos por minuto.

A fórmula de compasso indica como o compasso é organizado, isto é, quantos tempos estão agrupados em cada compasso e qual o valor rítmico escolhido para representar cada tempo (semínima, colcheia, mínima etc).

Toda peça musical começa com uma fórmula de compasso. Ela é constituída por dois números, um sobre o outro.

O número superior indica o número de tempos por compasso e o inferior a nota usada para representar cada tempo.

Nesta explicação das diferentes fórmulas de compasso é importante guardar bem que os números se referem apenas aos tempos e a sua forma geral de representação escrita.

Na verdade, o compasso pode abrigar qualquer combinação de notas e pausas, desde que a soma de sua duração seja equivalente à duração dos tempos no compasso.

Fórmulas de Compasso simples

Tomemos como exemplo a fórmula de compasso mais simples a 4/4. É chamado “compasso quatro por quatro” e muitas vezes emprega-se em lugar dos números a abreviação “C”, que significa “comum”.

Essa fórmula tem quatro tempos por compasso e cada tempo é representado por uma semínima.

A duração de tempo das semínimas irá, obviamente, depender do andamento escolhido.

Nas músicas escritas no compasso de 2/4, a semínima é ainda a unidade de tempo, mas há apenas dois tempos por compasso.

Exemplo:

fórmulas de compasso 2 por 4
Dois tempos por compasso. Cada tempo é de semínima.
2/4 tem o mesmo ritmo do 4/4, mas o dobro de compassos.

Essencialmente, é o mesmo que um 4/4, mas com o dobro de compassos.

A diferença está na “sensação” dada pela forma de se contar e tocar a música.

Exemplo:

fórmulas de compasso 4 por 4
Quatro tempos por compasso. Cada tempo é de semínima.
Também indicado como “C”, isto é “tempo comum”.

Outra fórmula igualmente comum é o compasso 3/4, também chamado “temário” ou “compasso de valsa”.

Consiste em três tempos por compasso, com cada tempo equivalendo a uma semínima.

Exemplo:

fórmulas de compasso 3 por 4
Três tempos por compasso. Cada tempo é de semínima.
Dois compassos de 3/4 podem ser contados e ouvidos como um compasso de 6/8.

Fórmulas de Compasso composto

Se o ritmo de uma peça musical não é sentido como uma sucessão de tempos individuais, mas como uma sucessão de grupos de três tempos, diz-se que ela está em compasso composto.

Tomemos o compasso 2/4 como exemplo: ele tem dois tempos por compasso.

Se, ao invés disso, tivermos dois grupos de três tempos por compasso, a pulsação básica ainda será binária, mas haverá seis tempos por compasso e a fórmula de compasso será portanto 6/4 ou 6/8.

Exemplos:

fórmulas de compasso 6 por 4
Seis tempos por compasso. Cada compasso é de semínima.
Binário em dois grupos de três tempos, com acentos no 1º e 4º tempo.

fórmulas de compasso 6 por 8
Seis tempos por compasso. Cada compasso é de colcheia.
Binário em dois grupos de três tempos, com acentos no 1º e 4º tempo.

Da mesma maneira, um compasso 3/4 tocado em grupos de três se transforma em 9/4 e 9/8; um 4/4 tocado em quatro grupos de três fica sendo 12/4 ou 12/8.

Esses grupos de três tempos são chamados tercinas.

Exemplos:

fórmulas de compasso 9 por 8
Nove tempos por compasso. Cada tempo é de colcheia.
Ternário em três grupos de três tempos.

fórmulas de compasso 12 por 8
Doze tempos por compasso. Cada tempo é de colcheia.
Quaternário, em quatro grupos de três tempos.

Quando uma música tem cinco, sete ou onze tempos por compasso, diz-se que ela tem um compasso assimétrico, pois esses números não são divisíveis por 2 ou por 3.

A “acentuação” dentro do compasso. no entanto, tende a reunir os tempos em grupos de dois, três ou quatro. que se somam para atingir o total desejado de cinco, sete ou onze tempos.

lsso quer dizer que um compasso de 7/4 pode ser tocado como um grupo de três mais um grupo de quatro, como um grupo de quatro mais um grupo de três ou como um grupo de dois mais um grupo de três, mais um grupo de dois.

Exemplos:

fórmulas de compasso 5 por 4
Cinco tempos por compasso. Cada tempo é de semínima.
Pode ser tocado como 3+2=5 ou 2+3=5

fórmulas de compasso 7 por 8
Sete tempos por compasso. Cada tempo é de colcheia.
Pode ser tocado como 4+3=7, 3+4=7 ou 2+2+3=7.

fórmulas de compasso 11 por 8
Pode ser tocado de diversas formas, por exemplo: 3+3+3+2=11 ou 6+5=11

fonte: Toque – Ralph Denyer

🙂 😳 😆

curso express violao

Autor: Airton

Profissional freelancer atuando nas áreas de Design Gráfico, Produção Gráfica e Web Design. Desenvolvo projetos para mídias impressas e digitais. Sempre interessado nos avanços das tecnologias, métodos e processos, venho me dedicando ao estudo do Marketing Digital. "Músico por paixão" :-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.